terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Do Véu de Parokhet & Outros Limites Absurdos


A mensuração é dada à sensibilidade.
Aquele que se faz de surdo acaba por tornar-se.
A ignorância é um daqueles vazios dos quais quando se compartilha tira-se dos demais.
O mínimo é menos que nada - e isso por ser aceitável.
A mediocridade é uma convenção para se denominar quão suportável é a irrelevância.
A apatia conduz ao abismo.
O Caminho do Meio também bifurca-se, mas isso ninguém nunca te disse.
A indecisão é cíclica.
Quem mais receia a profecia: o profeta ou o profano?
Máscara por máscara, o profeta não é mais que poesia. Pobre dele.
A discrição é quem bem proclama as anunciações:
O presságio anônimo é grave,
qualquer nome é descrédito.
Numa crise de identidades as celebridades personificam o niilismo.
Prosopopéia da decadência.
Das asneiras ao Asno de Ouro,
A indecisão é cíclica.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários?