Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2017

Desacerto

As pessoas falham conosco, nós falhamos com as pessoas.Tudo bem, ainda somos humanos. Tudo se acerta.

Nota sobre a Desordem

Não há nada que esteja fora de seu lugar e não há um ser que não possua um código próprio para lidar com seus símbolos.A desordem é o limite da compreensão de um ante a multiplicidade de linguagem dos outros.

Anseios

Não queira que as pessoas notem a sua importância na sua ausência.Isso não te faz importante, te faz um quebra-galho.

Auto-Imagem Sombreada

Às vezes, de uma forma muito curiosa, a gente conhece uma pessoa igualzinha a nós: ainda que não seja nosso sósia e não se pareça em nada em absoluto, observamos os mesmos hábitos, o mesmo jeito de falar, uma postura perante ao mundo muito semelhante à nossa, à quem nós somos. Eu desconfio que isso se passa, eventualmente, com todos nós, embora nem sempre sejamos capazes de notar tais reflexos ou associá-los. O que eu acho o mais curioso, no entanto, é que a nossa capacidade de julgar se altera drasticamente: ao nos darmos conta da oportunidade de confrontarmo-nos percebemos quanta admiração e quanto desprezo nutrimos por nós mesmos. Esses momentos de pequenos embates ideários são decisivos para que percebamos a forma como nos comportamos e, às vezes, até a forma como negamos e persistimos em um ceticismo quanto às características que não queremos nos enxergar.Tais estranhos, tão familiares, passam em nossas vidas como um susto, um pequeno cisma em nossa compreensão da realidade. Mas …