Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2019

A Irreverência da Iluminação

Há uma linha geral do que se é esperado de cada um em termos de execução de seu Propósito em sua vida. Esta linha é definida sobre a média dos rendimentos daquele ser em outras passagens pelos planos de manifestação. Em outras palavras a espiritualidade não subestima e nem superestima a capacidade de ninguém.Por outro lado, mesmo que tenhamos certa liberdade no agir algo é esperado de nós, e sempre que se sai dessa linha de planejamento há retaliações. Em meio às inúmeras possibilidades podemos nos perder ou vacilar em nosso ritmo e, de alguma forma, estaremos descompassados com o que nos é reservado. Daí vem a sensação de insatisfação e de inadequação: não conseguimos contemplar o próprio propósito interno e isso nos aflige intimamente. Ao nos envolvermos com magia acabamos, de certa forma, interferindo nessa linha de expectativa e planejamento da Espiritualidade e, embora na maioria dos casos as pessoas possam se perder ainda mais quando lhes são apresentadas muitas possibilidades e…

Refino

Ao dedicar-se ao refino de nosso próprio êxtase, duas coisas se sucedem:
1) empreende-se um fluxo de desvelar e ceifar toda sorte de ilusões que se apresentam ou que sustentam paradigmas e crenças-limitantes;2) consequentemente, novas perspectivas surgem e nos tornamos mais cônscios de quais são nossos verdadeiros parâmetros e o que de fato contempla nossa Essência.A decisão de nos ater a estes novos parâmetros e dispensar tudo aquilo que não alcança a sinceridade de nossa Essência poderia ser confundida com um ato de desapego, mas trata-se de fato de um ato de Amor. Quando nos recusamos a fazer concessões às nossas pequenezas é que podemos assumir quem somos de fato. Isso é Amor. Amor sob Vontade.

Estantes

Prefiro ser um livro bom de indicação bem dada do que um desses títulos chatos listados em bibliografias impessoais.
Acho que é a intimidade que dá a profundidade à obra.

Autenticidade

Quando o critério de percepção da realidade deixa de ser a consciência do indivíduo qualquer informação pode ser apresentada como fato e tomada como verdade sem muito esforço.
Autenticidade, entretanto, sobrepuja a pós-verdade. É impossível ser autêntico e comungar com os ruídos de ofensa e difamação ao outro. A autenticidade nos conduz à Realização, enquanto que o ruído é mera estática, ilusão chiando em palavras...