Postagens

Mostrando postagens de Março, 2015

DOS SÓIS QUE ME ORBITAM

Imparcial é Impessoal. Intimidade é o que eu tenho comigo,  o resto é retórica.
Indivíduo composto, Legião. das pérolas & dos porcos,  a palavra é desperdício.
Sujeito de Sete Sombras assumo & assino: Compreensão.


Ceifa & Seiva

Imagem
vermes arados repartidos & conformados perdoam à morte pois sabem da sorte de se rastejar


volte sempre!



Diplomacia da Determinação

- É generoso comigo aquele que me tem como suficiente? Ou seria o exigente quem me presenteia com sua estima?- Depende. Você corresponde à expectativas ou atua com Amor? - Se eu digo que amo, quando amo, correspondo, não?
- E quando apenas corresponde? Também ama?
- Há amor comedido?
- De parco e de porco, porque as palavras permitem. Mas, quanto de compaixão há na complacência?
- Daqueles, se me têm um abastado, basto e ponto. E se sou quase, que assim seja. Continuo nunca sendo. Morno, médio, morto. Ao ponto?
- Já tanto fez.
- Mas se me têm mero agrado, estes outros poucos, raros, nem me têm. Haja Amor, ou gente aquém. Eis sua lei de mínimo.
- Um grande homem começa sua trajetória quando chega em um ponto onde nenhum outro chegou. Além do amém dos demais. Para tanto, Amor é imprescindível. Não por que sua obra seja devocional à humanidade, mas por que será devotada à si mesmo. E só se atinge a sinceridade de impactar-se, só se emociona consigo próprio, quando se arrisca a amar-se em todos o…

Xeque-Mate

Quando eu escrevo diálogos eu me sinto um enxadrista desafiado pela própria empatia, ensaiando o imprevisível e confrontando o espontâneo.

Eu sempre venço, mas só às vezes eu me aplaudo.