Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2018

0 = 11 - Elogio à Distração

Quem hesita para ser livre nunca o é de fato.A dúvida é a segunda opção. O que é latente e perdura ressurge em novas roupagens: sombra, a informe ausência de luz.Conhecimento é dualidade. Toda sentença é pretensiosa. Toda afirmação é excludente. Através da análise a lâmina divide.Não há resto: tudo é.Mas o que reúne? Qual é a propriedade da conciliação?Liberdade é a aniquilação do conhecimento.Liberdade é o terror puro. O assombro, o entendimento, o silêncio coroador.Medo é só retração. Apaziguando os ruídos, resto torna a ser parte. Partes tornam a ser um.Não há hesitação em Ser.

A Conveniência da Fraqueza

Há no mundo uma curiosa classe de seressofridos, coitados!,que se insatisfazem por puro deleite - são estes os únicos dignos de subjugação.

Reflexo Direto

À maioria dos insatisfeitos serve-lhes muito bem como recompensa seu próprio reflexo.

Coincidência

O conceito do acaso transita entre as esferas da ingenuidade e da ignorância: em algum momento o fardo da indiferença torna-se mais que peso morto.Não há iluminações despropositais.