Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Outras Passagens

mais retalhos de uma história nunca escrita.

- Pois então, posso lhe pagar com uma oração? - Minha querida, eu não sei por onde você tem andado, mas nessa terra orações não enchem barriga. - Mas enchem a alma, e eu vejo que você está precisando. - Pois o propósito da oração não é o altruísmo? A dedicação ao mundo? Ore por mim sem precedentes ou meios termos! Do contrário, como poderei confiar em suas preces? - A troca é essencial e compõe a convivência humana, mesmo a relação consigo próprio é pautada na equivalência. Há quem a perverta e atribua-lhe personalidades humanizando um processo natural, mas estes pecam por não aproveitarem as oportunidades que lhe são concedidas - É engraçado falar de desperdício, pois apenas os dizeres vazios já ilustram o fato. Afinal, você veio até aqui para bater papo? Eu tenho compromissos latentes. - Mas senhor, eu não tenho mais a oferecer do que eu mesma. - Mas isso basta! Aliás, quero apenas parte do todo. Estou interessado em suas memórias... - Minhas memó…

Salvaguarda

Quando condições são estabelecidas um desfavorecido o é por conta própria. O jogo está sujeito a mudanças de regras imediatas: joga quem quer.
A PREMISSA COMO PAUTA: a delimitação das intenções confecciona um perímetro comportamental. Sendo assim:

~ Para cada pronúncia de meu nome em vão, Um espinho que atravesse o teu coração & Para cada pensamento que não condiz à minha essência A inflação de tua pestilência & Em cada ato do qual eu for alvo A certeza, amarga, de que estarei salvo ~

CAOS & EFEITO: aqui, eu dito o cacife.

Perséfone

O céu me beija em gotas. E enquanto desmorona violento ao meu redor, comigo se faz suave. A chuva me envolve tão sutil que provoca ciúmes, me desvia de compromissos & me afasta de meu lar. Os deuses andam enamorados & não há abrigos para a obsessão divina. Não me oculto, portanto. A insensibilidade da ligeireza se desfaz à medida que freio-me & logo me quedo estático. Esculpido sob a tempestade sou obra do desejo & a garoa me alisa mansa. Encoberto por véus cinzas, sou mistério inefável. Monumento embebido em meio a um Éden.

Polar

Grafava imagens com gravidade e gravava as de seu agrado. Graduado pelo humor: agridoce.