Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

Réplica

- Você se machucou? - Não, eu estou bem. Até então... - É uma pena... Digo, o espelho ter quebrado. - Sim. Penso que as coisas vão piorar daqui pra frente, então um espelho quebrado é pontual para marcar o início de uma desgraça. - É um começo... Mas acho que as grandes tragédias não devem principiar-se com a queda de espelhos, por que isso lhes tiraria o mérito. Além disso, marcos são exclusivamente voluntários, entende? Como os brindes: o estalar das taças só tem valor por que atribuímos a ele. - Obrigada, mas você não está me animando. - Pois bem, você acredita em acaso? - Já acreditei. - E o que a fez desacreditar? - A lógica. - Então tenho o prazer de conversar com uma desperta? Isso é bom! - O que você quer dizer? - Bem, a grande maioria das pessoas decide sua crença arbitrariamente, quase que irresponsáveis, e é isso o que faz de seus pensamentos meras crenças e dá à palavra o sentido denotativo que experimentamos hoje. No entanto, toda e qualquer concepção é uma crença. Até e…

Éter

Um dia nos damos conta
De que tudo é sobreposição

Aquém do íntimo, apenas ilusão.
O que é, afinal,
Um Teatro de Sombras,
Se não a própria imaginação?

As arestas podadas voltam a crescer,
Numa vã rebeldia pontiaguda.
E no aparo, o amparo.
Quando os ímpares vêm-se pares.

Inacessível

tentativa não é atentado.
& alienação de Vontade
é desejo frustrado.

Sorte: e nem assim.

A Amanda e o Amando.

Não era lá um Amor,
posto que este pressupõe algo
muito definitivo.

Mas era um Amando,
com seu gerúndio indefinido
e seu prazo de validade
a contar...