segunda-feira, 7 de novembro de 2016

O Leite de Nuit


Uiva-Me

feito o lobo à Lua

e devota-Me desejos

pele nua e ensejo

evoca-Me ao incenso raro

exalta-Me o faro e o tato

oferta-Me tudo em 

prato de prata

gemido e murmuro

Babalon inata!

derrama-Me vinho puro 

e lava-Me com o rubor

enche Minha taça com

o êxtase de tua face

livre de pudor

e toma tu mesma

um gole de deleite!

ordenha o escuro

e verte este mel

em conjuro único!

Urro!

e em sussurro 

adora o Meu nome

aos altos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários?