quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Transubstanciação

O processo de tornar um Cubo em uma Esfera exige aparar bem as arestas e ir limando-as gentilmente até que elas se dissolvam em uma curva perfeita, contínua e uniforme. Às vezes é preciso um pouco mais de firmeza, outras vezes, delicadeza, mas é preciso sempre ter em mente a figura sublime da Esfera para que não se passe do ponto e a reduza demais.
Desapegar-se das pontas é ater-se ao essencial.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários?