terça-feira, 25 de novembro de 2014

Onironauta


Cheguei a sonha-la sem saber quem era.
As sombras dão profundidade aos corpos.
Todo delírio onírico é uma profecia.
O diretor gargalha:
- Noite escura outra vez?
Ela passa.
(- Hoje não), eu quis dizer. Ficou entre parêntesis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários?