domingo, 8 de dezembro de 2013

Alforria


Segue teu caminho
Soprou-me o anjo da encruzilhada
Que não me revelou mais nada
E fez-me saber sozinho

Eis o livre arbítrio manifesto!
Fatalidade é o que acontece
Fidelidade à minha prece
De sobra o resto

Mas trai-se em tais excessos
Pois que suscita o incerto
Quando sucede, de perto,
Apenas a vida e teus processos

Explico em meios-termos:
Há o justo e o incompleto,
Há Deus além do feto,
São caminhos um tanto ermos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários?