quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Universum


Dispor-se à vida e deixar-se ser conduzido.
Que veleje em brisas e brisas e perca-se no horizonte.
E que possua limites, para que possa cruzá-los sem que se perceba
E só depois a exclamação despreocupada; o misto de surpresa e reticências:
-... ah!

4 comentários:

  1. Gordo, tô com tantas saudades!!
    Vim aqui refletir um pouquinho da vida. Tô tentando achar um texto para descrever meu momento, se me permite. Preciso da sua inspiração ^^
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. As imagens que esse pequeno texto evoca trazem mais, muito mais do que eu poderia por em palavras.

    ResponderExcluir
  3. "Viver e não ver... Quero sempre!"
    Pequeno texto imenso!

    ResponderExcluir
  4. Seu texto veio em mim muito mais do que palavras, eu senti as imagem que você passou!

    muito bom mesmo!

    ResponderExcluir

Comentários?