segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Fim de Festa

E o que nos resta? A fome.
Que só ela guia nossos corpos circundados por trapos imundos de volta aos nossos lares em passos cambaleantes acompanhados de desejos ainda não saciados. Desejos nunca saciados, insaciáveis.
E amanhã eu vou acordar com o gosto de álcool na boca meio arrependido por não me lembrar de todos os fatos, mas por enquanto, em minha semi-consciência, eu ainda quero mais.

3 comentários:

  1. Posso dizer,deste lado, algo simples tornou-se grandioso com suas palavras.
    Queira sim, e sempre mais!

    ResponderExcluir
  2. Bacana Chico, Gostei bastante.

    ResponderExcluir
  3. Tem um imenso gosto de domingo...
    Mas não um domingo qualquer,um domingo que já amanhece de tarde e nosso rosto no espelho
    ainda tem sorrisos de sábado

    ResponderExcluir

Comentários?