quarta-feira, 29 de julho de 2009

Cobertor de Estrelas

Me desarma, me enlouquece, me encanta.
Me nina com sua voz doce e trás toda a serenidade que há muito eu não conhecia.
E não preciso mais de livros, nem de canções decoradas, por que nenhuma delas é tão envolvente quanto as verdades que saem de seus lábios pelo espontâneo! Entre sorrisos vai me conquistando aos poucos e me tira do sério, e aí estou eu, novamente, sem saber o que fazer, o que falar...
Enquanto vêm as suas, as minhas recuam: palavras.

E sob este cobertor de estrelas não há o que se dizer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários?