segunda-feira, 27 de abril de 2009

Retórica para auto afirmação


Mas vai que sou apenas fruto da minha imaginação. E, como um garoto pequeno, crio monstros em sombras e dou vida à aberrações.
Eis: Cria & Criador.

As conclusões tornam-se cada vez mais delicadas quando se alongam as linhas de um texto. Para que tornar o universo quebradiço, dando-lhe nomes & conceitos? Além do mais, não nos afastemos do que é primordial: a espontaneidade.

Um comentário:

Comentários?